Como fazer seu filho ficar menos tempo no celular?

Imagem relacionada

Definitivamente, estamos vivendo em uma era altamente conectada e ficar
menos tempo no celular pode ser um grande desafio para as novas gerações.


Afinal de contas, aqui no Brasil, uma pesquisa do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br) confirmou que 91% das crianças e adolescentes de 9 a 17 anos de idade utilizam a internet. Mas, embora o uso do celular tenha impactos positivos nessa geração, é fato que o uso exagerado dos dispositivos eletrônicos pode, sim, causar consequências no desenvolvimento saudável dos pequenos – como obesidade, insônia, problemas nas mãos, braços, visão e etc.

Como o importante, portanto, é ter equilíbrio, confira nessa matéria, algumas dicas que podem ajudar seu filho a ficar menos tempo no celular.



1. Converse sobre esse assunto com seu filho

O primeiro passo é explicar ao pequeno que ele vai ficar menos tempo no celular – mas cuidado para não exagerar e dizer coisas do tipo: “você está proibido”, ou “você não vai mais brincar com o celular da mamãe ou do papai”.

Uma boa dica é conversar com a criança durante um passeio ao ar livre, em que ela pode brincar de outras maneiras longe do aparelho. Além disso, nos dias em que você definir que o pequeno deve ficar menos tempo no celular, é importante que ele participe de outras atividades, como passear, visitar os avós, brincar no playground do condomínio, jogar jogo de tabuleiro, pintar, etc.



2. Evite estimular a criança a utilizar o celular

Evite o estímulo, ou seja, mantenha o aparelho afastado dos olhos das crianças para que elas consigam enxergar outras formas de entretenimento.

E, ao menos inicialmente, também é importante que alguns hábitos sejam modificados. Por exemplo, se a criança está habituada a comer na mesa da sala olhando para o celular, transfira a refeição para a cozinha, para que se quebre essa associação do ambiente com o aparelho.


3. Estimule as brincadeiras ao ar livre

O significado do termo “criança de apartamento”, enfatiza a importância de a criança sair de casa, brincar ao ar livre e, consequentemente, passar menos tempo no celular.

Então, nada melhor do que levar o pequeno ao playground do condomínio, da pracinha do bairro e, ainda, estimular a prática de atividades físicas, como andar de bicicleta ou jogar bola.

Lembre-se que criança gosta de brincar! Se ela for estimulada a brincar, ela passará menos tempo no celular, procurando pelo dispositivo apenas quando se sentir entediada.


4. Estimule a leitura em livros para o pequeno ficar menos tempo no celular

Essa é outra boa dica para fazer seu filho ficar menos tempo no celular. Na hora de ler historinhas, escolha livros ao invés de tablets.

Ler para ele, e ler com ele, tem inúmeros benefícios para o desenvolvimento do pequeno, pois além de enriquecer o vocabulário, também incentiva a comunicação, a imaginação e o desempenho escolar.

Se feito desde a infância, certamente a criança continuará se interessando pelos livros enquanto continuar crescendo.

Mesmo com todas essas dicas, pode ser que continue sendo desafiador fazer seu filho ficar menos tempo no celular. Se for necessário, pode valer a pena procurar ajuda profissional de um psicólogo infantil para ajudar a criança e a família nesse processo. O celular deve ser apenas um complemento e não uma necessidade. Pense nisso!


Fonte: Blog Aquarela Parques

Compartilhar

Submit to DeliciousSubmit to DiggSubmit to FacebookSubmit to Google BookmarksSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn